sábado, 1 de janeiro de 2011

Quem sou?

Quem sou?
Vive o homem a se perguntar
De onde vim e pra onde vou?

Quem sou?
Busco resposta em qualquer lugar
Mas nunca, nunca consigo achar
quem sou?

Pai, Eu sou o que dizes eu ser
O que tua Palavra me revela

Só posso saber que eu sou
Diante de Ti
Só Posso saber minha imperfeitção
Diante da tua perfeita santidade

Sou nada, e até esse nada é podre
Tenho natureza caída e depravada
Meu desejo é contra o Teu
Minha carne batalha contra a Espada

Quando vejo uma fagulha
De tua glória vejo que sou
E isso não me orgulha

Nada que eu faça
Pode me deixar melhor
Quem sou?
So posso saber diante
de Ti, leva-me pra esse lugar

Pra que eu possa saber quem sou
pra que eu possa de servir
em Espírito e verdade
Pra que eu saiba que por minhas forças
Não saio do lugar

Tu és tudo
É mais que tudo
é Supremo, soberano

Pai, Quem sou?

Christopher Vicente