terça-feira, 29 de março de 2011

* Hb/ 10+19-21/

Jogaste Teu corpo entre nós
entre um lado e outro do abismo
Fizeste através dele, o véu,
O novo caminho vivo

Por isso confiança terei
De no Santo dos Santos
Achegar-me e ver o Rei
Pelo Seu sangue e corpo
Que fizeram a ponte, ali estarei.

Portanto, meu enganoso coração,
Aproxime-se dEle de forma sincera
Com plena confiança na fé singela
E com quebrantamento e contrição

Com o coração e consciência purificados
da culpa e manha do pecado
Um dia já perdoado e lavado
No Véu que sangrou e foi dilacerado.

Christopher Vicente 28-03-11

segunda-feira, 28 de março de 2011

Confiarei

Se Tu ver de forma preciosa
A morte de Teus santos
Então, leva-me logo
Para um canto
Onde possas estar contigo

Longe de mim
longe de meus inimigos

Mas, não é assim,
Tens um propósito pra mim
e pra pessoas que, talvez, nem conheço
Mas queres moldar-me e moldá-las
através dessas vida e da minha

e se a solução fosse a morte rápida
Onde estaria a confiança na Tua força
Na Tua boa obra começada, mas ainda não acabada?

Confiarei, no Rei
Que pode segurar-me
que pode quebrar e moldar-me
Que pode aperfeiçoar-me a Sua imagem

Confiarei e Esperarei
No Deus de minha Salvação.


Christopher Vicente 28-03-11

Chama 2

Meu coração queima
Me consome esse chamado
O desejo de deixar tudo de lado
E seguir o Vento que alimenta a chama

Desejo de vidas
Desejo de ser doado e derramado
Para a salvação dos perdidos
Para a edificação dos remidos e comprados

Ser ama de Leite
Ser pescador
Discipulador
E antes de tudo
discípulo verdadeiro
Aos pés do Salvador.

Christopher Vicente 25-03-11

Coça feridas

é realmente parece
que eu não queria ouvir isso
Queria ouvir um outra resposta
à vontade que precedia a minha prece

Talvez, pelo que nasceu em mim
Isso que nunca havia sentido antes
E por que não dizer: não havia morrido antes?
Novamente o mesmo alvo de amor
Porém, com outro olhar amadurecido pela dor

Sei que não era pra me enganar
Nem me iludir, cirar esperança
disseste bem, segundo Ti, claro.

Pareço menino
Mas não posso fechar os olhos
Diante do que senti
além da carne
além do que vem de mim

Racionalmente, parece-me concebível e pacivel
O fato de uma história juntos,
apesar de hoje existir barreiras

É, estás ceta
Vou parar
Preciso parar de coçar as feridas
E me algemar de novo
Não que isso me doa
Ou ao vir em minha cabeça me magoa.
Não.
Mas preciso descansar
Continuo deixando o sonho enterrado
Esperando ou não
Ser encontrado e desenterrado.

Christopher Vicente 25-03-11

Eu, Estrangeiro

Estrangeiro, prostituta, sangue suga,
Morto, escravo, ponteiro atrasado,
Fardo, doença congênita, por si só incurável
Câncer, monstro, limitado.
Assassino, ladrão, destruidor do meu coração.

Orgulhoso, invejoso, imaturo, insubmisso, imundo,
Pobre inútil, cego mendigo,
meu maior inimigo,
Depravada, rejeitador da Espada
Respirador de pecado,
Prisioneiro, Preso a correntes pesadas.

Christopher Vicente 23-03-11

domingo, 27 de março de 2011

Esperar-te

Como queria a certeza ter
Pra que eu pudesse esperar
E até quando não parecer
Que espero, esperar.

Se a certeza tivesse
Te esperaria
O que fosse necessário
O tempo necessário
Os anos necessários
As léguas necessárias
esperaria

esperaria você cumprir
essa etapa de tua vida
Que Cristo te deu
Pra você cumprir e viver
Como serva querida.

Se soubesse que é você
Nada poderia fazer
se não esperar
esperar vir do sul
esperar vir de cima
espera

Tua face que fotografei
Já temo ela se apagar, ficar clara
começo a vê-la distante
Mas vou esperar.

Se a certeza tivesse
Coisa que não tenho
Se claro fosse
coisa que não foi
Esperaria
Ou não.

Mas, pelo sim
pelo não
espero
mantendo aceso no coração
O que disse que sentia por ti

não cometerei o mesmo erro do passado
Quando disse está enganado pelo que sentia
e depois de novamente te ver
sentir minhas pernas tremer
O coração não parar de mais rápido acelerar
Não, não vou esse erro cometer

Espero
até a certeza ter
Quanto não vejo um sim e um não
espero

Não te incomodes pela espera
Mas saibas que espero.

Christopher Vicente 27-03-11

sexta-feira, 25 de março de 2011

Diante de dEUs

...ahhhhh...
...ahhhhhhhhhh...
...aaaaaaahhhhh...
....
gotas salgadas
...
GOTAS SALGADAS
...rosto molado
...rosto salgado

...Visão da luz inacessível
...de rosto ao chão...
...grande medo e temor
...visão das grandes manchas em mim
...medo, susto e pavor de mim...
de meu coração....

...
Graça
...
Perdão
...
Amor
...
Sangue do cordeiro...como um Tenaz
...
Livre
...
livre
...
livre
...
És-me aqui...

Não mais gotas
nem salgadas nem doces

Só luz...
alegria...
cruz.
vida
viva esperança
...
correndo para Os Braços
como uma criança.

Christopher Vicente 25-03-11

quarta-feira, 23 de março de 2011

Meu "M" inimigos

Tenho três inimigos
Três bandidos
Três indivíduos
Todos três coisas em comum

Lutam pra afastar-me do Perfeito padrão
Lutam pra ver-me chorando e cabisbaixo de rosto ao chão
E todos começam com "M"

Numa ordem
De nojeira
de periculosidade
De maioridade
contagem regressiva

Meu primeiro inimigo
O Mundo
Que vem com seus padrões sujos
Que tem prazer em viver
Longe de Deus
Mundo está dominado
pelo meu segundo inimigo:

Maligno
Esse que peca desde o início
Especialista em mentir,
Matar, roubar e destruir
Luta pra cegar aqueles que estão cegos
Luta pra atrapalhar os que caminham
No Perfeito Caminho
Mostrado por Cristo, Trilhado por Cristo
Caminho que É o Próprio Cristo.

Meu ultimo inimigo
porém maior,
que sempre luta comigo
que me encara no espelho diariamente
Acusando-me, atrapalhando-me
Cuspindo na minha cara
Conhecido como Eu
Chamo-me Mim Mesmo

Esse é meu maior inimigo

Porém, Tenho o Maior Amigo
Esse, ah, a Esse nenhum
desses inimigos podem se opor
Todos eles abaixam a cabeça e gemem de dor

Ele que saiu do eterno
e se fez terno
Saiu do infinito
E se fez finito
Tornou-se sujeito
a esses inimigos
Mas a nenhum deles se sujeitou

Ele que vence-os
Que morreu, mas ressuscitou
Pra me dar vitória
Não um trofeu de ouro ou prata
Mas a liberdade
a oportunidade de vencer esse inimigos
E está perto dEle como amigo
coisa que eu não era e nunca seria por mim mesmo

Na verdade era eu amigo de meus inimigos
E inimigo do meu melhor amigo
Mas hoje a história mudou,
na verdade não diria mudou
Ser tornou o que deveria ser
O que foi escrito para ser
Predito, antes de tudo destinado a ser

Obrigado, melhor amigo,
Que me livra desse Malditos inimigos
Dar-me força pra Batalhar na Tua força
contra eles.

Christopher Vicente 23-03-11

Não aguento

Já não aguento isso
Isso que me suja,
Me pesa, me perturba

Já não aguento ela
Que é caída
E quer me derrubar junto

Já não aguento
Esse zumbi
Já morto,
Mas que perturba-me

Esse isso é o pecado
Que bate a porta,
mas não quero abrir
Que bate a porta
Mas não quero abrir
Que bate a porta
E muitas vezes arromba

Essa essa é minha natureza,
Caída e depravada
Que batalha contra a Natureza Elevada
Que habita em mim

Esse Esse é o velho homem
Que já foi morto
E reside no ontem
Mas que insiste em perturbar

Assusto-me a cada dia comigo mesmo
Lágrimas rolam em vários momentos do Dia
Ah, como eu queria
Ver meu Senhor vindo do Céu
Trazendo o Santo Reino
Onde não há espaço pra esses tipos de lágrimas
Onde todas elas serão enxugadas

como eu queria,
ser liberto dessa natureza
Nojenta e presa.

vem, meu Libertador,
Não tarda
Livra-me dessa dor
Quero ser livre de mim mesmo
Quero está aos teus pés.


Christopher Vicente 23-03-11

terça-feira, 22 de março de 2011

Ano de Vida

Olhasse pra trás,
E humanamente falando
Parece acidente
Mas Deus não é como a gente
Que vê só o presente

Dizem ter eu nascido por acidente
Mas não há acidentes pra Deus
A Nova vida que Ele me deu
É a maior prova disso

Vidas que tive o privilégio de marcar
E de ser marcado
São provas de que o que aconteceu no passado
Não é acidente do acaso

Todos os meus dias estavam escritos
Antes mesmo de eu ter existido

Só não quero continuar o mesmo
Daqui a um ano
Quero crescer.
e contigo parecer.

Se pudesse, pararia nos dezoito anos
Posso ser preso, dirigir,
Ir pra cantos sonhados
que não poderia ir,
ser jovens, ser adulto
Ser criança, ser adolescente
Não ser tão novo,
nem tão velho

Poderiam pensar que foi por acidente
Mas esse dia contente
Já estava escrito
Antes do passado presente.

Glória a Ti, Escritor
Por cada segundo dessa história...


Christopher Vicente 22-03-11

Parabéns

Existem parabéns
e existem parabéns

Existem Parabéns
De pessoas que nem se conhece
Que não se tem contato
Que mais um menos um não fará tanta diferença,
pois se faz mais por formalismo.

Existem parabéns
De pessoas que não se tem mais contato
Mas que foram especiais em um ponto da vida
Talvez, em outros aniversários

Existem Parabéns
de pessoas que convivem,
ainda que não sejam tão achegados
mas os parabéns são válidos

Existem Parabéns de que nos ama
E de quem nós amamos
Parabéns que nos alegra
que faz-nos sentir Importante
em contribuir na vida dessas pessoas.

E existem Parabéns
esperados
De que se ama,
e espera recebê-los
como demonstração de amor
Esses parabéns muda muita coisa no dia
Aniversários não são os mesmos sem esses parabéns

Esses também mostra-nos
A alegria dos que nos rodeiam
Por fazermos parte de suas vidas
E elas das nossas.

Parabéns,
Para o bem
Dos que Nascem
E em seus aniversários recebem:
Parabéns.


Christopher Vicente 22-03-11

segunda-feira, 21 de março de 2011

Aniversário

Hoje faço mais um ano de Vida
Mas um ano se completa,
ano que escreveste

Mais um ano nesse corpo
morto, limitado, preso ao pecado.
Mais um ano caminhando com Cristo.

Mais um ano de aprendizado,
amadurecimento, de sonhos,
decepções, orações...

Mais um ano

Quem diria
que dezoito anos depois
do meu primeiro nascimento
Eu estaria aqui?
Quem diria?
Que eu já teria nascido de novo?

Eu sei quem Diria!

Agradeço-Te, Pai
Pela família, pelos amigos
Pelo que tens feito comigo
e em minha vida

Obrigado, pois sinto
A cada dia o Senhor
Moldando-me, quebrando-me,
Fazendo-me novo.

A Tua graça já é um presente diário pra mim
Mas se pudesse pedir mais um
Pediria que desse-me hoje
A Tua vinda, Está na Tua presença
Face a face.

Se não puder dar-me esse presente hoje,
peço-te outro
Muda-me por completo
Torna-me a Tua imagem
Já não aguento mais ser assim.
Dezoito anos, assim...

Obrigado pela vida,
Pela história já escrita
"Uma Coisa peço e ao Senhor a buscarei
Que eu possa sempre está na casa do meu Rei
Pois não há sentido
E a vida perde a razão
Se de Jesus Cristo eu afastar o coração."

Christopher Vicente 22-03-11



[...]

Sorriso

Procuro em outros sorrisos
O teu sorriso
Mas não encontro

Procuro ver um como o teu
E não vejo.

O que faço agora
Por que sorriste pra mim?
agora cativei-me ao teu

Lindo sorriso
Sorriso que fala mais que palavras
Sorriso que encanta quando aparece
Que faz aparecer um sorriso em mim
sorriso que torna-me bobo
Sorriso que faz-me querer ser
o motivo do sorriso

Sorriso de menina
sorriso de mulher
sorriso de Tristeza
Sorriso de quem diz que não quer

Sorriso pequeno
Grande, alegre
todos os teus sorrisos
todos o que em minha mente consegui fotografar
Me encantam, cativam, deslumbram
Queria está perto desses sorrisos

O que farei agora?
Procuro ver outros sorrisos
igual o teu, e não vejo

E agora tenho medo de meus sorrisos
Depois de terem visto o teu
Não sejam os mesmo
Pelo menos não quanto a isso.

O máximo que faço
é ver teu sorriso na retrato
retrato quase que roubado
Sorriso na foto

E mesmo assim, tão digitalizado
Me encanta, e na tela do computador
Parece que ele está do meu lado.
Passo minutos olhando pra ele
E admirado
Isso é bom.


Christopher Vicente 21-03-11

Corpo e Coração

Um coração sem corpo é morto, um corpo sem coração de nada serve. Assim é a fé para com as obras e as obras para com a fé.

Christopher Vicente 21-03-11

Lágrimas ao mar

Choro a beira mar
Quem minhas lágrimas irá enchugar?
Quem irá recolhê-las?

As ondas a recolhem
Se misturam com eles na areia
Minhas pequenas gotas de mar
vão pro grande mar de gotas

quem irá me consolar?
Que irá me ajudar?
Quem atenderá ao motivo
Dessa lágrima escorrer?
Ao anseio de fidelidade que quero ter
Ao esforço e dedicação que vou fazer
A entregar que vou entregar?
Quem? quem irá?

Eu tenho a resposta.
Não onda do mar
Não é vento que enchuga
e pra longe vai levar
Mas sim, meu Deus, Jeová
Sim, o Maravilhoso Conselheiro
Meu Pai, amigo e brother.

Ele é quem está lá.
Mesmo quando só vejo Lágrimas e mar
Mesmo quando só percebo
Lágrimas ao mar
Ele está lá.

Posso descansar.
Sei que Ele está lá.

Christopher Vicente 21-03-11

Gosto de energia para Santificação

Santificação
não é por osmose
não vem por facilitado transporte

Santificação
Exige gasto de energia
Exige dos que se santificam
Compromisso, empenho e esforço

É Deus quem nos santifica
DEle é a glória de toda a santificação
Mas não é parado que a alcançarei

Tenho de correr
Fugir, orar, esperar,
desviar, parar, jejuar,
ler, investir, contigo caminhar,
Intimidade buscar.

se não a santificação
Será uma linda teoria
Que eu viveria,
mas não gosto energia pra lá chegar.


Christopher vicente 21-03-11

"n" Palavras

Quantas palavras existem?
"N" palavras existem
Quantas palavras uso?
"N" palavras uso.

Mas quero agora só um:
Teu nome.
Quero depois só duas:
Amo você
Quero agora três:
Contigo vou viver
Quero, após, quatro:
Você é meu presente
Quero agora cinco:
Quero aprender a ti amar
Quero depois seis:
Você é graça divina pra mim

e pediria infinitas
só pra Ti falar
O que no meu coração está...
Mas o léxico talvez não teria
Tantas Palavras pra formas as poesias,
em agradecimento a Deus
Que a mim te deu

Mas nesses se resumem
Obrigado, por Papai
ter a mim te apresentado.

Christopher Vicente 21-03-11

Sol e mar

Quem disse que
o Sol foi feito
só pra iluminar?

Ou que o mar
só pra pescar e se banhar?

Ou que o vento só pra sobrar?
Ou que as flores foram feitas
Só pras pequenas abelhas?

Benditos és Tu
que tudo isso fizeste
Pra, também, eu desfrutar
Pra nelas me deleitar

Sentir o Sol em minha pele
ah, que maravilha.
Saber que meu corpo é aquecido
Saber que meu corpo recebe esse brilho
logo pela manhã

sentir a onda a lavar meus pés
jogar-me ao mar e nadar
Como se voasse do chão
E o mar fosse a piscina
Melhor piscina para se mergulhar

O vento acariciar meu rosto
rosto marcado pelo passado
refrescar esse olhar
Flores que enfeitam o caminho
Que embelezam apesar e também dos seus espinhos
e que o seu cheiro as minha narinas vem inundar

Papai, Obrigado
Pelo Teu cuidado
Por cada detalhe que deixo passar
Mas que também fizeste
Pra que eu possa deles desfrutar

Christopher Vicente 21-03-11

Coração

Miserável é o coração
Que tanto me engana
Me traz tantas certezas
Mas eram só ilusão

Como acreditar nele?
Como nele confiar?

Consciência sã
Domine esse coração
Que parece-me rã
Pulando e pulando
enganando ao seu dono
e fazendo dele de bobo

Coração, ah, coração
Por que és assim?
guardas os mais nobres sentimentos
Guardas as melhores de se guardar
Mas tu vens e se põe a enganar
Como posso em ti confiar?

Bendito seja Aquele que tu não enganas
Que diz a minha mente o que Ele quer
Não o que queres

Domine Ele sobre tu
Sujeitasse a Ele
Deleita-te nEle
E Ele satisfará o que deve ser satisfeito

Ele sim, dirá o melhor
E colocará as coisas no lugar
Faça isso miserável coração
E nunca vais se machucar ou decepcionar.

Christopher Vicente 21-03-11

Jovem Corredor

Incansável, ou talvez cansavel,
Jovem corredor
Corria e corria sem parar
Corria a beira mar
Corria querendo alcançar
a velocidade do ar

Corria talvez pra chegar em algum lugar
Corria só para pra trás deixar
o que na sua frente estava,
mas corria

Corria como se tivesse
Um alvo a almejar
Como se correr lhe fizesse voar

Como era feliz esse jovem corredor
talvez soubesse de algo que lhe fizesse correr
Talvez quisesse contar àlguém esse algo
Pra que esse alguém corra com ele também

Prossegue para o alvo
Pois ainda não o alcançou
Continua tua corrida
Pois ainda não acabou

E o Teu Maravilhoso treinador
Te fará correr mais e mais
E o Teu Alvo te inspirará mais e mais

Corra, mas corra onde, como, quando
O Vento mandar.

Christopher Vicente 21-03-11

sexta-feira, 18 de março de 2011

Livros

Maturidade não vem da leitura de livros de teologia, não é de qualquer conhecimento, pois na verdade se mal trabalhado o conhecimento ensoberbece, porém, a maturidade vem da prática do Santo conhecimento, do conhecimento das Sagradas Letras, da Vontade de Cristo. Posso até ler bons autores, renomados e reformados, mas de nada adiantará se as Escrituras eu não praticar.
Deus, não permita-me enganar-me, em pensar que a leitura de livros possa me dar maturidade, ou vivência Cristã, mas saber e viver que, tão somente, o Teu Espírito pode em mim operar, me fazer crescer e amadurecer. E Aplicar o Santo conhecimento, também conhecido como: sabedoria.

Christopher Vicente 18-03-11

quinta-feira, 17 de março de 2011

Quarto de espelhos

Num quarto
Onde suas paredes,
Teto e chão
são espelhos

Depois de um tempo já não sei
Se sou real, verdadeiro,
ou apenas uma imagem
Se minha mente está enganada
De tanto ver imagens infinitas
Acostumou-se em ser mais uma dentre muitas.

O único quarto que posso ver
quem realmente sou
é aquele em que estou sozinho Contigo

Nesse momento e lugar
Posso ver minhas chagas,
ver quem sou realmente,
não por ter uma boa iluminação solar
Mas pela luz que vem de Ti
Pela Tu santidade que ressalta naturalmente
O meu pecado, minha fragilidade, minha fraqueza

Quebra esses espelho desse quarto
E reforma-me
Reforma a Cada dia essa Casa
Que compraste com Teu Sangue.

Christopher Vicente. 17-03-11

quarta-feira, 16 de março de 2011

Morena Sereia

Navegando por esses mares
Mares Abundantes
Mares que inspiram palavras de vida
Encontrei uma sereia
A linda sereia querida

Não qualquer uma
dessas que enganam pescadores
Mas, a mais bela que encontrei
nessas muitas navegações
Que exige verdade desses que a encontra

Sereia morena
Sereia não muito pequena
Enfeitiçava, sem querer,
Aquele que a olhava
Não com magia
mas com a profundidade do olhar
Do sorriso, do jeito de nadar

Sereia de água doce
Nunca pensei
Seria essa sereia
pela qual eu seria
preso?

Lembro-me de tê-la visto antes
Lembro-me de ter sido enfeitiçado antes
Mas com medo de mim corri
E enfeiticei-me em meus feitiços

Linda Sereia morena
Rara de se achar
Sereia de curvas,
de falas que facilmente
não dá pra mensurar

Sereia que tem seus 230 anos
Mas que parecia 190 anos

Pobre desse pescador
que agora luta contra esse feitiço
chamado amor
Pois não pode mais jogar-se às águas
E se deixar levar
Pro fundo do mar.

Navegando vou
confiando no Senhor
Dos navegantes amantes
Senhor do Oceano Amor.

Christopher Vicente 16-03-11

Nada São

Lágrimas, crises, ansiedade
Nada são
Diante da certeza
Que me dás
a paz em meu coração

e isso ninguém tira,
nem eu mesmo.

Christopher Vicente 16-03-11

terça-feira, 15 de março de 2011

História

Que linda história Escreveste
Eterno Autor
Ainda que tenha um personagem
Feio
Mas tornou-se lindo, como predito

Quando paro pra olhar pra trás
Mesmo naquele momento sem entender
Ou até mesmo sem Te conhecer
Percebo, hoje, que já tinhas
tudo arquitetado

Cada passo meu
A família que o Senhor me deu
O pai, a Mãe, o irmão a Tia
Tudo isso contribuiria
Pra que eu chegasse aqui

Os amigos
As histórias vividas
Caminhos percorridos
E quem imaginaria que eu chegaria aqui
Onde eu estaria sem Ti?

Como Tudo convergiu pra que eu
Encontrasse-me contigo, Jesus Cristo,
O meu Deus.

Quando olho pra trás
Posso ter a esperança
e certeza do futuro

Pois se antes fizeste tanto por mim
mesmo sem eu Te conhecer
Até mesmo, sendo eu Teu inimigo,
Tu agiste comigo como amigo

Quanto mais hoje
Que és meu Pai,
Não, meu Papai,
Que és meu Amigo
Meu Maravilhoso Conselheiro,
Meu Rei, meu Brother,
Meu Senhor, meu Chegado,
Meu Salvador, meu Amado

Quanto mais agora
que reconciliaste-me a Ti
Que tenho intimidade contigo
Teu braço forte sinto

Pai, não permita-me esquecer
De tudo que Você fez
E ter certeza
De que muito farás

Quero ter a resposta,
e a convicção
de que estarei no centro de Tua vontade
De que agradarei, em meu passo, o Teu coração

Direciona-me
Pois sou cego e não sei onde, quando e como chegar
Revela-Te como o Conselheiro que és
Como o instrutor que comigo sempre está
E mostra-me sempre o caminho que devo tomar.

Longe de Tua vontade e de Ti
Não vivo.
Enche-me do pleno conhecimento da Tua vontade,Senhor,
porque só assim, realmente, viverei.

Christopher Vicente 15-03-11

segunda-feira, 14 de março de 2011

Pronto

Julgava eu está pronto
Talvez, eu não esteja pronto

Pronto pra o que me chamaste fazer
Pronto por sonho que tanto quero viver
Pensava que estava pronto
Mas olho pra mim e vejo nada
só imaturidade e ansiedade
Coisas que não levam a nada

Julgava eu está pronto

Como Deus credita
tanta responsabilidade sobre mim.?
Eu que não estou pronto.
Por isso que Deus não me concede esse sonho
Pois não estou pronto

Não estou pronto
por isso me angustio com o chamado

Não estou pronto
Mas no Teu tempo
sei que pronto ficarei
Só na permites que a minha improntidão
prejudique o reino do Rei
outra vida e coração.

Christopher Vicente 14-03-11

Melhores amigos

Teu melhor amigo serei
amigo de todas as horas
Amigo que junto chora
Junto ora
Que junto Ri
Junto briga
Junto perdoa
junto brinca
Junto, às vezes, magoa,
Mas que sente a delíca
de está junto.

Ser amigo
Ser ombro
Ser voz amiga
amigo do Teu maior Conselheiro

Brincar
como quem cruzam os braços
rodam e rodam juntos no gramado
o mais rápido possível
Confiando que não cairão

amigo
como quem fica de costa
fecha os outros e se joga
Sabendo que o amigo
estará lá pra segurar

Amigo que ama
que junto clama
que abraça
e é abraçado

Que encontra nesses abraços
amor, carinho
E se embreaga de olhar pro teus olhos
pro Teu sorriso
Amigo que fica confuso
pelo Jeito de menina
Numa mulher madura

amigo
que quer ser o melhor amigo
E senti saudade de ligar pra melhor amiga
E contar sobre o seu dia

amigo que confessa pecado
Erros, dificuldades
E o que lhe deixa angustiado

Antes de tudo,
simplesmente amigo
E se possível, mais que querido.

Christopher Vicente 14-03-11

Tempo pra Deus

Acorda
banho
café da manhã
academia
banho
lanche
parada de ônibus
trabalho
parada de ônibus
almoço
parada de ônibus
universidade
aula
grupo de estudo
curso de inglês
reunião
cinema
praia
preparar aula pra EBD
ligar pras pessoas
jantar
postar poesias
pensar
ansiar
...vontade de falar com Deus
...vontade de ouvir a Deus
Mas só vontade.
msn
orkut
video game com amigos
futebol com amigos
desenho animado
sono
dormir
acorda...

... ... ... ... ... ... ...





até quando continuará assim
Sem nenhum espaço pra Ti
Até quando não terei a consciência
Meu dia não foi realmente dia, um bom dia
se esse dia não foi dedicado 100% a Ti
Até nas outras tarefas

Até quando persistirei
em por outras coisa no lugar
Da primícia e prioridade do Rei

Sinto-me fraco,
por mais forte que eu esteja
Quando não tenho o tempo pra Ti

Deus é senhor de Tudo
até do meu tempo
Como dizia Abram Kayper:
"Não existe um centímetro
quadrado em toda a área da existência humana
sobre a qual Cristo,
que é Senhor sobre todas as coisas
Não declare: 'Isto é Meu!"

...Inclusive o meu e o teu tempo.

Christopher Vicente 14-03-11

domingo, 13 de março de 2011

Santidade ao Redor

Até quando se continuará pensado que o padrão de santidade do homem, não é do que está ao seu lado. Como se: eu erro menos do que aquele que erra mais. Eu sou menos ruim do que ele. Não é a minha santidade comparada com o que está a minha direita, ou a esquerda.
O padrão de santidade do homem, e vale ressaltar, impossível dele alcançar, é a Santidade de Cristo. Como Isaías reconheceu, nada mais nada menor, por ter visto, que sua santidade não era nada diante da Suprema Santidade; e temeu morrer diante dessa realidade("ai de mim, que sou homem de lábios impuros, e habito no meio de um povo de impuros lábios, e meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos. Is 6.6).
Impossível de se alcançar - aqui, nesse corpo; aqui, nessa era -, mas morrei tentando. Não posso ser o mesmo, a 10 anos, que sou hoje. Nem o mesmo, a 1 mês, do que sou hoje, muito menos, o mesmo, a um dia, do que fui ontem.
Meu objetivo é Cristo. E não pararei enquanto não alcançá-lo.
O Padrão do homem é Cristo. Pobre do que busca outros padrões, e coloca sobre si, padrões de santidade pesados, e vale ressaltar, inventados.

Christopher Vicente 13-03-1

Noite acordado

Como queria passar
minhas noites acordado
Sem precisar dormir

A noite acordado
Conversando Contigo
Noite acordado
Meditando em Tua Santa Lei
Coisa que não faço
na correria do dia a dia
Quando é claro
quando o Sol brilha

Como eu queria
Passar as noites acordado
Só pra poder estar Contigo
Só pra ouvir-Te
No silêncio da escuridão
Abriria a Tua Lâmpada
Que brilharia como clarão
Mostrando toda a minha imperfeição

Noite acordado
com expectativa pra começar o dia
Pra saber se esse será
O Dia de Eterna Alegria

Com expectativa
De viver mais um dia
Pra aprender
Pra amadurecer
Caminhando prO Alvo

Mas não posso passa as noite acordado
Meu corpo e frágil e fraco
Contudo, não permitas, oh, Deus,
Que o corre corre
Do Dia a Dia,
a tua obra,
E coisas secundárias
Tire-me o privilégio
De a qualquer hora do dia
Está aos teus pés.

Ainda que eu não possa
Ou consiga passar as noites acordado
Pensando em Ti
Sejas meus pensamentos
de noite e de dia
Mesmo assim.

Christopher Vicente 13-03-11

sexta-feira, 11 de março de 2011

Maior inimigo

Como fugir de meu maior inimigo? Ele me persegue. Como fugir dele, se ele está diante do espelho, se me acompanha onde vou? E me atormenta com o seu sussurrar.

Christopher Vicente 12-03-11

Amigo da Onça

Quem disse que eu quero ser Teu amigo?
Quem disse que eu quero você comigo?

Não existes pra mim
desde quando eu realmente nasci
Não tens mais domínio
Não sou mais obrigado a ouvir
Teus conselhos que só me levavam pro buraco
Teus desejos que me manipulavam
Parecia-me boas as tuas ofertas
Prazerosas até.
Agora, não te chamo de amigo,
porém, chamo-te de inimigo
e contra você, e qualquer expressão Tua
Eu declaro guerra,
Declaro ódio,
declaro óbito

e tenha certeza,
quando você morrer
não vai escorrer uma só lágrima de meu rosto
Na verdade, só alegria
e luz irradiante
Pois estarei diante
Do assassino do meu amigo da onça.

Christopher Vicente

Quanto vale uma vida?

Caixa de fósforo: R$0,20
Um quilo de açúcar: R$ 2,50
56 litros d'água: R$ 7,30
10 Lápis grafite: R$ 10,00
Suplemento de proteína: R$ 28,00
Valor de um corpo = R$ 48,00

O preço desse corpo limitado
Sujo e machado é barata
Grande é o preço da Vida

Grande foi o pagamento por muitas
Que seriam perdidas
Não há ouro em todo universo
que pague nem um terço
Do que foi derramado.

Há grande alegria no Céu
Não que as nuvens cantem,
Ou os ventos dancem
Mas os anjos se alegram
Deus se alegra na presença dos anjos
Quando uma morta recebe vida
Pra que eles vejam a alegria
Que inunda o Seu ser.

Valor de uma vida: Tende ao infinito

Christopher Vicente

quinta-feira, 10 de março de 2011

Menininho - O retorno

Algumas semanas se passaram após a conversa com o Pai. Mas parecia que nada havia mudado no menininho. Talvez, alguma coisinha; mas como sempre teimoso, e quebrando a cara por não aprender.
O menininho vem de mansinho, com aquela cara de quem está insatisfeito, cara de menino abusado, e diz:
- Papai, tá difícil esperar. Tá difícil não saber o que fazer.
Nós sempre conversamos, todos os dias. Eu falo contigo, Tu falas comigo, mas nunca sobre o assunto que quero saber.
- Como não filhinho? Você atentou bem à minha Voz?
- Tá pode ter falado uma coisinha aqui, outra ali. Masss...

(...)
A terminar...

Pra entender essa conversa, ver primeiro essa:
http://christophervicente.blogspot.com/2011/02/menininho.html

Incertezas Certas Certezas

Cada passo que dou nesse futuro escuro, incerto e inseguro, traz-me uma luz, uma certeza, uma segurança: ainda que eu não ouça, sei que estás a me guiar, mostrando-me o caminho, aconselhando-me onda devo pisar. Indo à frente tirando obstáculos; trazendo a providência do que, na eternidade, foi planejado, e escrito ao meu respeito no livro da vida.

Christopher Vicente

Relacionamentos*

Deus,
ajuda-me a relacionar-me.
Existe uma mancha
que mancha todos que me rodeiam
Que atrapalha meus relacionamentos

Essa mancha chama-se: Pecado

Sempre que tento amar
ele me faz odiar
Sempre que quero perdoar
ele me faz mágoas guardar
Sempre que quero fazer o bem
Ele sutilmente vem
E converte em mal

Sempre, por causa dele,
haverá a possibilidade
De eu ser magoado

Sempre, maior a ainda é
a possibilidade
De eu magoar as pessoas
como muitas vezes já ocorreu

O que seria melhor
Virar as costas pro que aconteceu?
Ou encarar de frente
Sem homem, ser valente,
Ser como o Homem que me fez "crente"
E Tudo ajeitar e tudo perdoar
Pedir perdão e tirar toda mágoa do coração

Mas não...
Vou pelo caminho errado

Deus, ajuda-me a investir nas pessoas
A amar como elas são
A relacionar-me
a ser maduro
A ser aperfeiçoado
Deixando de lado
Essa mancha, o pecado.

Christopher Vicente

Relacionamentos

Cristão que não se relaciona, é qualquer outra coisa, talvez religioso, mas não cristão. Cristão busca ter relacionamentos pra os que o rodeiam possa transformar, colocar-lhes as marcas de Cristo que carrega em si. Bem como, ele será moldado, pelo atritar com as pessoas, pois assim como o ferro afia o ferro, assim o homem ao seu companheiro.
Cristianismo, cristão e relacionamentos são palavras que combinam.

Christopher Vicente 11-03-11

Sl 32 - Confiarei em Ti

Não aguentei
Essa carne me perfurando
Tremi de temor
Cai no chão e chorei

Não consiguirei sem Ti
Não sou capaz de dizer não
Preciso da Tua mão

Como é bom saber
que ao abrir de minha boca
Ao grito de minha garganta
Tu estarás ali
a me ouvir

Como é feliz aquele que tem
Perdoadas as suas transgressões
E seus pecados apagados!

Não quero envergonhar Teu Nome
Fazer pouco de Teu sangue
Diante dos homens
Diante de mim
Diante de Satanás
E principalmente
diante de Ti

A cada dia tenho mais provas
de que nada sou
De que preciso de Ti
Do Teu amor

Quanto a mim
Foi esperar
Pois a boa obra
ainda está pra se terminar

Tu fortalecerás o meu coração
Pra eu ser irrepreensível
Em santidade diante de Ti
No Dia da Salvação

Àquele que é poderoso pra impedir
De que eu, fraco, venha a cair
Para apresentar-me Diante de Sua glória
Santo, Sem mácula e com grande alegria

Confiarei em Ti.

Christopher Vicente 100311

Velho Monstro

Existe um monstro dentro de mim
Monstro de natureza podre e caída
Natureza morta e perdida

tenta colocar as suas ações em mim
Tenta desejar os seus desejos mortíferos

Maldito velho monstro
Sangue suga
Prostituta assassina
Carnificina

Essa carne em decomposição
Causa-me mal cheiro
Enfraquece meu coração

Mas tenho a Esperança
Mesmo ele tentando martar a vida em mim
Essa Vida é maior, mais forte
Essa Vida me vivifica
Me levanta, me anima
Com as citações das Eternas Letras
Com a Santa Espada entrando em mim
Com a aguá e o sangue escarlate banhando-me
Com o sopro do Vento habitando essa casa
Ele não se manterá em pé

Esse monstro a cada dia que passa
Me tortura mais
O culpado, porém, sou eu
Que alimento esse fariseu
E não fortifico-me do Eterno Leite
Da comida sólida que é vista na prática

Já estás morto
Velho monstro
Não pode dominar-me

E minha face
é tua sepultura
e nela está escrito:
Aqui jaz o velho
que não pode fazer-me andar pra trás.

Christopher Vicente 10-03-11

quarta-feira, 9 de março de 2011

Mina, linda menina

Se os ourífes
Os mineiros
de Minas Gerais
a Mina que achei descobrissem

Mina, linda menina
Mina, pra mim, mais preciosa que o rubi
Mina, que quero conhecer
E bem fundo pra seus tesouros saber

Pode ser escuro
O seu interior
Mas usarei a Lâmpada pra nosso pés
Para clarear

Bela Mina
Cheia de riquezas e beleza
Muitos podem não achá-la atraente
Mas Atrai-me por fora,
As flores que sua entrada enfeitam
me atraem mais ainda
As riquezas que tenho certeza que tem lá
Pois vejo o brilho de longe
Bem antes de nela entrar

Sei que lá tem muitos buracos
Teias de aranhas
Coisas estranhas
Mas quem disse que o mineiro se importa
Pois ele sabe bem o que é isso
Ele vive dentro dele isso

O interessante,
e mais importante é que encontrei
A Mina dada pelo Rei
Pena ela está interditada
Suas portas estarem trancadas
Exploraria sem cansar
Buscaria, cavaria, me melaria
Só pra ver os tesouros que tem

Ah, se outros mineiros a encontrassem
Estariam feitos em suas vidas

Não sei se peço ao Rei
Que guarde-a pra mim
Seria egoísmo
Ou prepotência
Eu que não sei
os planos do Rei
Pedir pra Ele guardá-la pra mim?

Não sei se seria pedir de mais
Pois quando em suas portas estive perto
Meu coração bateu mais forte
brilhou como um oloforte

Diante do vento
Que vem de lá de dentro
Trazendo seu cheiro
Traz um novo Humor

Lembrando bem,
já tive a oportunidade
De explorar essa Mina
E descartei, joguei fora
Um grande chance

Machuquei fazendo as primeiras perfurações
Deixei marcas, talvez frustrações
Nunca imaginei que eu faria isso
Mas fiz, e causa-me tristeza.

De qualquer forma
Já escolhi
Já decidi
E ninguém tira isso de mim
(só o Rei)

Decidi largar, por um tempo, a vida de mineiro
Ficar na minha
Esperar talvez, a mina ser liberada
Ou sofrer ao ver
outros mineiros a explorá-la

Se os ourífes
Os mineiros
de Minas Gerais
Descobrissem a Mina que achei

Mina, linda menina
Mina, pra mim, mais preciosa que o rubi
Mina, que quero conhecer
E bem fundo pra seus tesouros saber


Christopher Vicente 09-03-11

Oração

Se após o amém de minha oração, não começar a haver transformação, ela não teve efeito algum, ela não passou do teto. O que adianta eu clamar por mudança, se não movo um dedo pra mudar, se quando estou diante do espelho conformo-me com o que vejo. Não, ela não teve efeito. Já dizia C.S. Lewis: "As minhas orações não mudam a Deus, mudam a mim mesmo."Logo, segundo Leonard Ravenhill: "Se somos fracos na oração, somos fracos em tudo."

Christopher Vicente
09-03-11

Quem é ela?

Quem é ela?
que tanto me encanta
Que tanto me fascina
com seu sorriso de menina?

Quem é ela?
Que fez morada em meus pensamentos
Que fez meu coração bater tão rápido quanto o vento
que fez eu aprender o que é esperar?

Quem é ela?
Que não é a primeira vez
que por ela me encantei
Mas é a primeira
que me tive a certeza

Quem é ela?
que faz esse menino
querer virar homem
Que em meu coração
trás paz

Pode ser uma estranha conhecida
Pode ser uma amiga
de histórias já vivida
Pode ser uma viajante
sempre valente

quem é ela?
Eu teria a resposta
agora nada me resta
Se não esperar!

Christopher Vicente 09-03-11

terça-feira, 8 de março de 2011

Tic-Tac

TIC-TAC
com essa melodia
TIC-TAC
não sei se choro
TIC-TAC
ou se me alegro
TIC-TAC
Se choro por ter deixado
TIC-TAC
o tempo passar
TIC-TAC
E não ter feito
TIC-TAC
o que deveria fazer
TIC-TAC
como amar
TIC-TAC
se me alegro
TIC-TAC
porque essa música
TIC-TAC
é a melodia
TIC-TAC
que precede as trombetas
TIC-TAC
que diz-me:
TIC-TAC
estar mais perto
TIC-TAC
a volta do Rei
TIC-TAC
Uma coisa sei
TIC-TAC
a cada TIC-TAC
TIC-TAC
Viverei
TIC-TAC
Esquecendo-me das coisa que pra trás ficam
TIC-TAC
prossigo para o Alvo
TIC-TAC
sonhando com o futuro
TIC-TAC
Que antes de cada TIC-TAC
TIC-TAC
Parece escuro
TIC-TAC
mas logo quando passa
TIC-TAC
Torna-se claro
TIC-TAC
Como o sol
TIC-TAC
que no ultimo TIC-TAC da noite
TIC-TAC
surge
TIC-TAC

Que música linda é:
TIC-TAC
TIC-TAC
TIC-TAC

Vivamos o hoje.
TIC-TAC

Christopher Vicente

Processo

Poderia muito bem eu
E justamente
Ir até o tribunal
E processar-lhe

Acusá-la de me cativar
De me prender
Talvez não injustamente
Mas justamente

Justamente pelo teu sorriso
Justamente pelo teu jeito
Justamente pelo teu olhar
Pela menina que és
Pela mulher que és
Pela beleza, doçura,
Dependecia, ternura
Pela atração que causas-te em mim
Eu, pobre menino

Tá!
Podes ter me prendido justamente
Mas mesmo assim ainda quero processar-te
Por não poder amar-te como queria

é, mas isso não é culpa tua.
Talvez minha
de processos passados
E não resolvidos
Mas com certeza
do Supremo Juíz

Mas mesmo assim quero processar-te
Por ter nascido.
É, mas não escolhes-te pra nascer
Então, tá.
Vou processar-te
Por não conseguir te esquecer
Mas, isso também não é culpa tua.
Bem, na verdade é,
Mas não teria argumentos suficientes
Pra acusar-te e prender-te

Pelo visto escapas-te
Não poderei te processar
Esse vou arquivar
Assim como arquivei o sonho
que dispertas-te em mim

Mas quem sabe
Um dia
Reativemos esse processo
E eu te processe
Por me amar
E tu me processes por Ti amar

Ou nunca!
as traças o comam
Mas fica registrado na justiça
Que pelo menos
Eu tentei te processar
Causa maior: Por te amar.

Christopher Vicente 09-03-11

Multidão

Não quero ser mais um na multidão
Não quero ver Teus milagres
E deles não participar
Ser alvo deles

Caminhar de longe
Ouvir Tua voz do barco
Ser mais um

Sei que Tu sabes quem sou
Sabes meus anseios
meus pecados
Meus dilemas
Mas não quero ser mais um na multidão

Quero estar ao Teus pés
Subir contigo ao monte
Receber de Tuas mãos
O vinho que é o Teu sangue
e o que representa o Teu corpo, o pão
Quero ouvir Tua Voz de pertinho
Ser chamado de filhinho
Desafiado a ir e falar
Aprender só de olhar

Não quero ser mais um
Muitos são mais um
Muitos vão sentam
Cantam, ouvem
pra casa vão
mas só são multidão

Quero está perto de Ti
Me relacionar
Contigo orar
Ouvir e falar

Não mais um na multidão
Mas um com meus irmão.

Christopher Vicente 08-03-11

Espera

O Sol não espera pra nascer
A flor não espera pra muchar
A chuva não espera pra cair
A vida não espera pra morrer

O amor não espera pra amar
Os anjos não esperam pra louvar
A onda não espera pra quebrar
O vento não espera pra soprar

A luz não espera pra iluminar
O Sol não se espera pra se por
A lua não espera pra refletir

Mas, quanto a mim
Ficarei atento ao Senhor
esperando em Deus, o meu Salvador,
pois o meu Deus me ouvirá.

Christopher Vicente 08-03-11

Erro

Herro
.
.
.
Herru
.
.
.
êrro
.
.
.
Ero
.
.
.
Erru
.
.
.
Erro
.
.
.
Como pode Deus?
Um erro após outro
erro pequeno
ERRO GRANDE
todos eles se amontoam
pesam sobre mim
Fazem-me ficar distante
da alegria que há em Ti

Discipam meu animo
Minha motivação de servir
de viver, de lutar, de sorrir,
de correr, de amar

Fazem com que meus olhos chorem
E não vejam saída
para meu pequeno problema

Deus, sejas minha motivação
Meu animo, minha esperança
Minha espera mansa

Apaga esses erros
Que ensistem em errar.

Christopher Vicente 08-03-11

Cansado

Não adianta
posso fugir pro mar
pra praia
pra lua
pro meu quarto
pra sala
pra multidão
pra solidão
não adianta
eu ainda estararei aqui

Eu que tanto falo
tanto prego
o homem não se conhecerá
feliz nunca será
enquanto não estiver
diante de Ti
enquanto não conhecer-Te

Leva-me, Pai,
Pra ai

Não permitas
que eu venha a só existir
Livra-me de mim
livra-me de mim
Vem e socorre-me
Não escodes Teus ouvidos de mim
Leva-me pra perto de Ti
impulta em mim
a consciência

Perguntam-me:
qual o sentido da vida?
O sentido é Cristo
Permita-me sempre viver nEle
Permita-me sempre viver em Ti

Livra-me de mim
Livra-me de mim
Livra-me de mim
minhas fraqueza
Entrego a Ti, minha fortaleza

Como creditas em mim
responsabilidades
como confias em mim como mordomo
como discípulos
sendo eu tão fraco
tão inutil
tão instável

Não posso
Não consigo sem Te

Vem e livra-me de mim
Livra-me de mim
dessa máquina de matar
de odiar
de errar
de pecar

Leva-me pra longe
Leva-me pra longe
Leva-me pra londe
De mim

Quero menos de mim
e mais de Ti
Mais dos Teus frutos em mim
Não mais está nesse mundo assim.

Christopher Vicente 08-03-11

De um filho De Um Filho, de Um Cego Composição: Lucas Nobuo

Pois é
Eu me rendo a você
Fugir não adiantará
Sempre volto aos seus pés
Independente da direção que eu tomo
Eu me arrependo e volto
Tenho é que reconhecer
Que não existe amor igual ao seu
Eu sei que eu não mereço
Mas eu te peço
Me leve pra longe de mim

Boa noite - De Um Filho, de Um Cego Composição: Lucas Nobuo

Boa noite meu Senhor
Eu sei que você só quer o meu bem
Durmo em paz com o meu cobertor
Não há com o que me preocupar
E o que o amanhã trará
Não me importa
Eu estou nas suas mãos

Boa noite meu Senhor
Eu sei que você só quer o meu bem
Sonho em paz com o meu cobertor
Não há com o que me preocupar
E os sonhos que o amanhã trará
Não me importam
Eu estou nas suas mãos

segunda-feira, 7 de março de 2011

Filmes Românticos

Interessantes como os filmes românticos
Idealizam histórias
ou até contam verídicas de amor

O Titanic
O clássico
que por muitos anos
ainda arranca lágrimas
se seu público
De amores impossíveis

Ou o Filme
Just Like heaven
E se fosse verdade
Com a fantasminha que descobre
que não é tão fantasma assim
que ama um rapaz
Que descobre que ama alguém que não conhece

Tantos e tantos filmes
Que buscam criar, contar
Histórias surreais para o amor

Mas eu,
eu não quero nada disso
Eu não quero uma história como essa
escrita por grandes autores de Cinema

Eu quero a escrita
Pelo maior e mais humilde dos escritores
História perfeita de amor,
mas também de dores

Se possível com você
Se assim pudesse ser

Histórias Surreais
Ficam nas telas
ou nas imaginações

Verdadeire hisória
é a criada
pelo perfeito autor
O Deus do amor,
O próprio Amor


Christopher Vicente 08-03-11

Bússola do amor

Se fizeres o caminho de volta
por onde foste embora
verás
que a palhetazinha
da bússola minha
Continua apontado pra Ti

Verás que ela não mudou de direção e sentido
E de certa forma fez de Ti
Mesmo sem querer
O seu norte

Escondi o sonho
O anseio, uma das coisas que mais almejo
Mas se um dia for procurá-lo
Não sei.
quem sabe eu use a bússola
para encontrá-lo?

não te assustes
Já guardei a bússola também
Mas se voltares pelos caminho que fostes
verás
Ela ainda aponta pra Ti
Fazendo do Sul um norte
e do norte um Sul

Ainda que pouco improvável
Encontrar algum tesouro com ela
Foi a melhor que eu achei

Parece tolo
e até muito arriscado
Muito mesmo
como se eu creditasse em algo
impossível de ser realizado
O poder de nunca ser concretizado
Sofrendo o perígo de sofrer
formando uma imagem
impossível de viver
um padrão
sem expectativas de se concretizar
Mas guardei-a
E quem sabe a tire de volta, quando voltar

Só não esqueças:
Se fizeres o caminho de volta
por onde foste embora
verás
que a palhetazinha
da bússola minha
Continua apontado pra Ti


Christopher Vicente 06-03-11

Consolo bem presente

Pra eu chegar ao mar
pela areia quente devo passar
Quando for meio dia
o período mais quente e claro

Se no outro lado da margem
quiser chegar
Devo me atirar no rio
e me molhar

Se quero uma manhã de primavera
Tenho de passar pela noite
Fria do inverno
que "amistosamente" me espera

Ninguém disse que aqui é fácil
Mesmo nesse mundo de bolha
Mesmo assim,
No mundo tereis aflições

Mas não desanimem
Eu sou o Cara
Venci o mundo
Pra que vocês se apóiem em mim
E vençam não pelas suas forças
Mas pelas que vem de mim

Dar-me teus fardos
Sei que você não pode carregá-los
Quero aliviar tua barra

Quando você tiver atravessando
A areia quente do meio dia
Estarei ali com você
sobrando teu pé
e às vezes te carregando no colo

Quando se atirar ao rio
Estarei ali
com a corda do outro lado
pra se você cansar eu jogar

Nas noites que antecedem a primavera
Eu estarei lá pra Ti aquecer
Não se sinta só
Estou com você

Não desanime
Estou com você
Não perca as esperanças
Eu Sou o que Sou
Sou também Tua esperança
e Ela reviveu, é eterna
Não pare de caminhar
porque sou o Teu Caminho
Não pare de viver
porque sou Tua Vida
Não pare de sonhar
porque Eu Sou os Teus Sonhos
Não pare de prosseguir
Porque Sou o Teu Alvo

Não pare de chorar nem de orar
Pois estou contigo a todo momento
recolhendo as tuas lágrimas e teus anseios
Súplicas, aflições, agradecimentos, e preocupações
Não te esqueças
Fui Eu quem disse:
...E estarei com você até o fim do mundo...
e depois dele também.


E veja só:
ele ainda não acabou.


Christopher Vicente 06-03-11

domingo, 6 de março de 2011

Ele

Se ele te machucou há algum tempo atrás
Perdoa esse rapaz e segue em frente
E na frente estou eu

Se ele não fez o correto
é porque não sabia o tamanho do presente
Que estava a sua frente
Perdoa ele e segue em frente
E na frente estou eu

Se ele fez lágrimas cair
E foi insensível a Ti
Perdoas esse rapaz
segue em frente e em Paz
porque na frente eu estou
querendo enxugá-las de teus rosto

Se ele te fez querer parar de sonhar
Tira essa placa - pare - da tua frente
Veja as que te mostro - dê preferência - siga em frente
E vamos caminhar juntos e o sonho moldar

Se ele não soube a Voz ouvir
Permita-lhe pelo menos sentir
A voz do perdão
Perdoa-lhe e vem comigo
Ouvir o Criador do coração

Apesar desse ele ter errado tanto
Agora ele mudou "em eu" se tornou
Disposto a amar
E não a ti machucar
A fazer o correto
e não errar
A não deixar lágrimas cair
Mas enxugar as que caem
E fazer novas cair de tanto rir
A não fazer-lhe parar de sonhar
Mas a sonhar o mais alto que o sonho poder voar
Disposto a ouvir a verdadeira Voz
que pode nos instruir

O ele ficou pra trás
o que vai a frente agora sou eu
Quanta dor me dá olhar pra trás
e ver que aquele rapaz
te fez sofrer, chorar
Te magoou
Te faz com o pé atrás ficar

Papai já deu a resposta
Mas saibas que o ele no ponteiro ficou
E o eu avança cada passo
Sem saber onde vai dar.

Christopher Vicente 06-03-11

sábado, 5 de março de 2011

Na direção do Mar

Corro em direção ao Mar
quem sabe sobre ele eu possa andar
E deixe pra trás tudo o que me pesa
E prossiga pra imensidão azul
Azul do céu, azul do mar
Azul do horizonte pra onde vou caminhar

Talvez eu encontre um ilha
uma ilha perdida
E lá possamos conversar
face a face
E eu posa Te escutar

Mas não adianta fugir
Pois Paz não é fugir da guerra
Paz é sentir paz em meio a ela.

Consolo não é tirar a tristeza
é ser consolado
Mesmo que a vida não esteja tudo beleza

Maravilhoso Conselheiro,
Consolador, Pai de amor
Fogo consumidor,
Meu salvador, Senhor
O Grande Eu Sou

Tu és o horizonte sem fim
pra onde vou prosseguir
Pra onde estou prosseguindo.


Christopher Vicente 05-03-11

Carta de alforria desde o infinito a.C.

Eles podem até me jogar na cara
Às vezes que eu cai
rir de mim quando caio agora
mas nunca me prenderão novamente
Pois o escravo foi liberto
Hoje não vivo longe, mas perto
Foi comprado Por alto preço
Já não estou preso
Podem tentar me acusar
mas nunca poderão
pois tenho uma carta de abolição
contra qualquer tentativa de escravização

Talvez mil cordeiro
dez mil bombas não seriam suficiente
pra apagar os pecados
E livrar-me da ira, mais que merecida
Mas tenho muito mais
O Sangue santo do Cordeiro
Que me traz a paz
livra-me da ira que eu merecia

Se a Quem eu mais ofendia
está disposto a recomeçar
a me levantar quando caio
a me sustentar pra não cair...
Se Ele o único digno não me acusa
por que darei ouvidos a essa imagem
que vive a me condenar
Pois nenhuma condenação há
Pros que estão se tornando
A imagem do Criador

Livre sou
Não sou mais escravo
E essa é a promessa que me anima a lutar.

Christopher Vicente 05-03-11

sexta-feira, 4 de março de 2011

Folheto

No corre corre da Cidade, nessa misturas de eras, pré, agora e pós, não se tem tempo nem pra contar o tempo que vai passando, passando e passando...e passa mais um pouco e ninguém percebe.
Certo dia, um irmãozinho, querendo contar do amor que um dia lhe alcançou, pensou: Vou ficar no meio da calçada, onde o povo passa; distribuirei planfetos que falam: Jesus te ama e pronto missão comprida(Mt 24.18-19).
dito e feito, ao meio dia, estava lá o irmão, de palitó preto e entregando os folhetos.
Entrega a um, entrega a outro. Muito parava olhavam, viam do que se tratava, amassava, jogava fora e seguia o caminho. Outros nem olhavam, pegavam e fora jogavam. Alguns ainda liam por cima, achava interessante a ideia, mas também jogava fora. Outros ainda, gostavam e guardavam pra ler depois. Até quem já cria naquela afirmação o papel recebia, ou seja, era reevangelizado. Mas um fez diferentes. Pegou o folheto, sentou, leu e pois-se a falar com o papel. Estava ele louco? Não! O papelzinho carimbado com o nome da igreja do irmãozinho respondeu. E esse é o diálogo que se tem:
- Meu pequeno folheto, pouco sei sobre esse quem você diz que me ama. Pouco sei do livro que fala sobre ele. Mas não deveria você me explicar? Dizer-me a razão da tua fé?
O Papelizinho pára, pensa.
- É verdade. Mas é porque o tempo é pouco, então fui feito pra tapar o buraco. Cobrir o sol com a peneira.
- Oh, senhor papelzinho. Vivemos numa era em que não se sabe em que era se vive. A pré, agora ou na pós modernidade. Esse tipo de comunicação é fraca no seu objetivo. Eu, bem como muitos, pedimos àlguém que nos escute que nos dê alguém pra nos direcionar, pra se aproximar e junto caminhar. Posso não clamar em alta voz, mas minhas ações mostram isso. Apesar de minha natureza querer algo totalmente diferente.
E quando vejo esse tipo de coisa só me faz ter certeza. Ele diz que tem alguém que me ama, mas não está disposto a me explicar, ensinar tudo que esse cara ensinou, e batizar-me em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Quer só tirar o peso da consciência de que "fez algo" pra que eu não fosse pra onde estou indo se não ouvir e aceitar Esse que por me havia morrido.
Perdoe-me, planfetinho; mas assim como quem me entregou não está disposto a ter um compromisso com o que diz eu também não estou disposto a seguir e saber desse que você diz: Jesus te ama. Quer aceitá-lO? não sei nem quem é, como aceitarei. Pra mim chega.
- Mas, meu senhor, um Jesus te ama não te basta??
...
e o Papel já estava no fundo do lixo, esquecido. E aquela mensagem, que é a maior mensagem do universo foi descartada e não foi valorizada nem por que comunicava nem por que lhe era comunicado.


OBS: Esse texto é uma crítica a uma forma vazia, e a meu ver(na era atual), inútil pra transmitir e propagar esse amor incondicional de Deus pelo homem. Em nossa era o maior evangelismo é o relacionamental, assim quando era nos tempos de Cristo, dos apóstolos, da igreja do sec.I.
Claro vê-se alguns frutos disso. Pois Deus faz, fala e opera como bem quiser - já falou até por um jumento. Mas de nossa parte poderia ser melhor.
O que importa não é a forma, nem a técnica. Isso são ferramentas. O importante é o conteúdo e a esse devemos ser fidedignos.

Christopher Vicente 05-03-11

Satisfeito

Quando estou satisfeito em Deus; a Sua Palavra me enche o pecado não me atrai, minhas vontades diminuem e eu sinto-me vivo e completo, com sentido pra viver.

Christopher Vicente 04-03-11

Não quer dizer - Saber é diferente de Ser. Embora um preceda o outro.

Não quer dizer que por eu muito ler livros de autores renomados o meu saber vai me transformar. Muito menos, se eu ler a Bíblia, não quer dizer que Sou cristão, ou conheço autor dela, se as Suas eternas palavras impressas em finitas no papel não transformarem minha vida, se não sairem da mera ortodoxia pra ortopraxia.
Muito saber de teologia só envaidece se não for o Espírito de Deus que aplicá-la na vida.
Pois o alimento sólido é para os adultos, os quais, pelo exercício constante, tornaram-se aptos para discernir tanto o bem quanto o mal. Sejamos praticantes da Palavra, e não apenas ouvintes, enganando-nos a nós mesmos. Aquele que ouve a Palavra, mas não a põe em prática, é semelhante a um homem que olha a sua face num espelho e, depois de olhar para si mesmo, sai e logo esquece a sua aparência. Mas o homem que observa atentamente a Lei perfeita, que traz a liberdade, e persevera na prática dessa Lei, não esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz naquilo que fizer.
Não quero ser mais um esquecido que caminha iludido, pensando que conhece a sua imagem.

Christopher Vicente 05-03-11

Ultimo dia de vida

Hoje é meu último dia de vida
Hoje eu acordei sem saber se vou dormir
Hoje acordei sem saber se poderei
Acordar no dia seguinte

O hoje é meu ultimo dia
Por isso
Amarei como devo amar
Adorarei como devo adorar
- a cada segundo de minha existência -
falarei como tiver de falar
Abraçarei como nunca mais fosse abraçar
beijarei como se nunca mais
meus lábios a face pudesse beijar
Sonharei com o que o Senhor me der pra sonhar
Buscarei em Sua vontade ficar
Como se em qualquer outro lugar
Minha vida não fosse existir
Correrei como se minhas pernas depois de eu correr
Eu tivesse de amputar
Pularei como se não tivesse chão pra mim parar
Pularei como se não tivesse gravidade pra mim puxar
Pensarei como se nada tivesse de pensar
Pensarei como se o mundo tivesse de descobrir
Pensarei mesmo saber
Mas continuarei a caminhar

Não sei de meu ultimo dia
pode ser hoje,
pode ser amanhã,
pode ser daqui a dois minutos
Ou quem sabe três segundos?!!
Ou se viverei pra contar pros meus sonhados filhos.

Não sei
Mas viverei
intensamente, sempre,
Pra glorificar o meu Rei

E tudo o quanto eu puder fazer
Se não infligir a santidade do Pai
Farei como se fosse a ultima oportunidade
Dada a mim, que desperdiço tantas já dadas.


Christopher Vicente - vivendo o ultimo dia de vida 05-03-11

quinta-feira, 3 de março de 2011

Limaeiro

Diz a história
que Newton descansava
Embaixo de uma macieira
quando uma maça caiu
E a Grandiosa Lei deduziu

Hoje sou eu
Onde estou me aparece uma lima
Parece um pé de Limaeiro

Se estou estudando
Vejo um
Se estou caminhando
Vejo mais um
Se navego das redes
Encontro outro

Logo essa fruta
que estou tentando desviciar
É lima pra lá,
é lima pra cá
Parece perseguição
tortura, ou provação

Limaeiro
Em tudo que é lugar
Ou ele é muito frutífero
Ou isso é só pra me provocar

Uma lima é bom
Gostoso também é limanada
bem docinha

Vou caminhando
tentando esquecer esse pé de Limaeiro
Que dá tanto fruto
que me assusto

Ainda não deduzi nenhuma Lei
Só a que diz:
quanto menos peço Lima
Mas lima me aparece.

Christopher Vicente 03-02-11

Ente

Dizem os filósofos
Cada coisa no mundo tem um ente
Cada uma é ativado na mente
Quanto se pensa nessa coisa

Ente é o padrão perfeito
Daquilo que a ideia da coisa trás
Se é citado cavalo
Penso no ente cavalo mais perfeito

Como encontrar agora outro ente
Se tu já preencheu este?
Não digo que és perfeita
Longe disso
Pois assim como eu
vive a pecar

Mas preencheste os padrões
Dos entes em minha mente
como achar outro ente agora?

Tu fica martelando em minha mente
E quando se fala em mulher
Ou quando se cita menina
quando se fala bela
Ou conversa-se sobre queridas
Ou até inspiração

O teu ente vem
invade mente e coração

Difícil vai ser achar outro ente
Mas pra evitar o alto padrão
Foi decidido enterrar
Sem entes
Sem ressentes
Por um tempo sem coração

Que bela ente és tu
Isso não é culpa tua
é culpa de Papai
que te fez assim
E fez a mim
pra idealizar esse ente
que não pode ser preenchido

Fico imaginando
ente Querido.

Christopher Vicente 03-02-11

Minha embarcação

Deixe-me navegar no Teu coração
A minha embarcação
Que sonhei em navegar

Cruzar, não os sete mares,
mas os segredos de teu coração

Meu capitão e comandante
Estará comigo
Me instruindo

Ainda que as ondas quebrem
Não naufragaremos
Mas prosseguiremos
Ainda que os ventos sobrem
Ele não nos afundará
usaremos ele pra mais rápido navegar

Vem comigo navegar
Me escolheram você pra comigo está
Eu escolhi você pra aprender a navegar

os segredos Desvendar
dos mares amorosos

Deixe-me navegar em teu coração
A minha embarcação
Que sempre sonhei em navegar

Quero desvendar
As belezas desse teu oceano
Nunca navegado
ou até machucado

Deixe-me, e vem comigo
Quero está contigo.

Christopher Vicente 03-02-11

quarta-feira, 2 de março de 2011

Diante de Ti - olhando pra Ti posso Saber

Que constrangedor
sinto-me nu,
pobre e cego
Diante do Teu amor

Sinto-me nada diante de Ti
Quando olho pra Ti
E olho pra dentro de mim
vejo que nada sou

Como Moisés
que ouviu a sarça
A Suprema voz vindo dela
Escondeu o rostou,
Pois Temeu
Olhar pra Deus

Como Abraão
que que temeu morrer
quando soube que Deus esteve
Com ele

Como Jó
A quem Deus falou
do meio da tempestade
Exaltou Sua suprema
e incomparável majestade
Eu te conhecia de ouvir, só,
Hoje meus olhos podem te ver
Por isso me abomino
E vou me arrepender
na cinza e no pó

E Isaías
Que se viu diante
do trono sublime
E não hesitou em reconhecer
ai dele que iria morrer
homem como eu,
pecador, de lábios, mente e ações
Impuras
Diante do Santo, Santo, Santo Senhor

Ou Saulo de Tarso
Que caiu ao chão
e cego ficou
diante da Glória do Senhor
a quem ele creditava morte

Deus,
assim como eles
quero me prostar
e me humilhar
diante de Ti
Saber que nada sou
Que não sou nada,
Miserável sou
Pobre, nu e cego pecador
Porém, liberto pelo Teu amor

Que eu não tenha conceitos de mim
Que não sejam aqueles que vejo
quando estou diante de Ti

e como dizia o trovador:
"Olhando pra Ti posso saber
que nada sou."

Christopher Vicente 02-03-11

Horizonte

To olhando pro horizonte
Parece que olho pro infinito distante
Mas não.
Siga os rastros de meu olhar
E verás em que ponto vai dar

To caminhando num caminho escuro
Parece burrice, ou até tolice
Mas não
To Caminhando num Caminho que é a própria Luz
Caminho de Minha vida que é a própria Vida

Sei onde Ele vai dar...
Mas ao mesmo tempo,
que caminho aqui,
não sei onde dará.

Oro, clamo, espero,
ouço, peço, choro,
corro, falo, quero,
estudo, e prego, queima em mim
O anseio, o desejo
Coisa que mais almejo
é Te ter aqui
Enquanto não,
Viver no centro
do Teu mundo pra mim

Parece que caminho
Sem saber onde vai dar
Não ser nem mais o amanhã
Já desisti de planejar

Vou só seguindo, e prosseguindo
Olhando pro Monte
Andando na Direção que o Vento mandar

Quem sabe pro extremo Sul
Que saber só pro sul,
quem sabe permanecer no ponto zero
Ou nunca sair pra lugar algum.

Mas vou esperando
Olhando por Horizonte
Buscando a motivação suficiente
Que és Tu
Sonhando, enterrando sonhos,
Vivendo, e clamando por vida
Vivendo, e querendo vivê-la intensamente

Olho pro Horizonte
Esse futuro que talvez
não esteja tão distante
Mas a cada instante
Está mais perto que antes.

Christopher Vicente 02-03-11

terça-feira, 1 de março de 2011

Distância dos sonhos

Pai, não permitas que eu desanime
Que desista de sonhar
Sonhos que você determinou
sonhos pra eu desejar

Temo parar -
Se já não estou -
Temo meu coração esfriar -
Se já não esfriou.

Um dos sonhos já guardei
Decidi enterrar
por tempo indeterminado
e não mais esperar
Mas deixar esquecido

Outo eu espero
e espero calado
Espero ansioso
Com lágrimas rolando
Num silencio doloroso

Pai, é bom te chamar de Pai
Saber que como Pai ali estarás
Saber que queres o melhor
Pra esse miserável rapaz
Que até hoje não entende
Tamanho cuidado e amor
derramado a esse pecador

Deus, não sei o melhor pra mim
Não sei nem como amanhã
será o meu existir

Entrego o futuro em Tuas mãos
Confio, às vezes temo,
volto a confiar
Temo de novo
reconfio
temo mais uma vez
descanso como se fosse a primeira

Mas não permitas, Pai,
O sonho esfriar
a chama apagar
Espero caminhando.

Enquanto espero
Vai em mim trabalhando
em minhas ações,
forma de pensar, de agir
e de me portar
conceitos
concepções
Família
e lá bem dentro do peito
cantos que até desconheço
que me assusta a cada dia
quando vou perscrutando
Trazem-me agonia

Deus, só não quero distanciar-me de Ti
E dos Teus projetos e sonhos pra mim
A distância dessas coisa me machucam

O silêncio me tortura
Mas é nele que crescerei.
Ou até não estás em silêncio
Eu que ainda não descobri
A forma correta de ouvir

Só não quero desanimar
Parar, esfriar, "morgar".

Entregarei a Ti meu caminho
E confiarei e o tudo Tu farás com carinho
Porém não quero que a entrega reflita em uma poesia
Quero que seja um estilo de vida
Seja no meu dia-a-dia

Não sei o melhor pra mim,
não sei qual próximo passo dar
Abri as portas que eu tiver de entrar
não mostra-me as chaves das que eu não poderei ir.
Seja feita a Tua vontade.

Christopher Vicente 01-03-11

Morte

Essa que desde quando existi
Já era o salário que recebi.
Essa que está constantemente
nos perseguindo e a qualquer momento
pode alcançar.

A ela que me prendia
E escravizava
Ela que me consumia
E me aprisionava

Hoje, já não estou
Sujeito a ela.

Hoje, posso bater no peito
e dizer
Vivo, ainda que não perfeito,
por pouco tempo,
Mas sinto o Caminho,
a verdade, e a VIDA em mim

Quero poder dizer
Que Cristo é meu viver
lucro pra mim é morrer

E quando ela fisicamente me alcançar -
pois espiritualmente nunca mais fará -
A receberei e entenderei sendo a hora
de me encontrar com quem tanto esperava

E não fiquem aqui tristeza,
mágoa ou incerteza,
Pode até lágrimas cair
Por uma possível falta que venham a sentir

Mas alegrem-se,
façam uma festa.
Comemorem comigo
a chance de Papai mais rápido encontrar.

Mas enquanto ele não vem
e nem eu vou
Prossigo pra O alvo
Lutando, falando, vivendo
Esse amor

A morte já não tem mais o poder
Pois a Morte e o reviver Da Vida
Trouxe a todos a liberdade tão querida
planejada na eternidade
E hoje se concretizou
Se tornou verdade
No tempo e na História
Consumação do Amor.

Christopher Vicente 01-03-11

Santa Ação

Que o Santo que habita em mim
Torne essa podre, morta carne
Em viva, santa em Ti.

Deixe-me sentir a Tua vida
Fluir em mim
Deixe-me ver a cada dia
A transformação que há
Em Ti seguir

este tesouro que achei
Tudo vendi e pra trás deixei
Para poder alcançá-lO
Larguei erros e passado,
Vontades e pecados

Que o velho fique pra trás
A cada amanhecer
e o novo venha em mim
Resplandecer

A cada nascer
Seja mais a Tua imagem
Refletida no espelho
O morto deixado nos ponteiros
Que acabam de passar a hora

Christopher Vicente 28-02-11