segunda-feira, 27 de junho de 2011

A beleza da conversa


Alguém já pensou: Como é bom conversar? Alguém já se deu conta: O quão prazeroso é conversar? Conversar com os pais, com o irmão, com um grande amigo, com um conhecido... é muito, muito bom.
A conversa tem uma beleza surpreendente que, às vezes, não atentamos.

Lia um artigo sobre relacionamentos na revista da Ultimato. Tinha como título: "Cuidado com os Ladrões." Gostei muito de lê-lo, e me diverti como o autor - Calor Grzybowski (alguém sabe ler e pronunciar esse nome? kkkkk) - apresentou o tema. Ele falava justamente da conversa conjugal.

Algumas frases me chamaram a atenção: "Se vocês querem ter um casamento harmônico desde o início, não tenham nem televisor nem computador em casa nos primeiros dois anos de casamento." O Casal a quem ele direcionou essa afirmativa, se assustou e riu...eles continuaram a conversar e ele disse: "Realmente não há fórmulas mágicas para um sucesso no casamento, senão, o diálogo."

A conversa, o diálogo - e aqui restringirei aos relacionamento homem-mulher -, tem uma beleza incomum, encantadora e cativante quando se pára para analisá-la.

Muitos casais se frustram um com outro depois de certo tempo, por não terem no tempo certo e oportuno investido tempo na/com conversa.

A conversa amiga nos permite conhecer a quem se ama. Ora, como posso amar alguém se não conheço-a verdadeiramente. Se assim amá-la, amo qualquer outra coisa, uma imagem, talvez, que fiz dela em minha cabeça, mas não a pessoa verdadeira.

Certa vez ouvi uma frase: "Amamos as pessoas pelos seus defeitos." Lembro-me que pensei: "Oxe, que coisa doida." ihihih Mas, refletindo bem, realmente, amamos as pessoas - e nesse caso a pessoa amada - pelo seus defeitos e apesar de seus defeitos. Não conviverei somente com as qualidades e atributos de uma pessoa, mas com toda ela, integralmente, com seus defeitos, dificuldades, traumas, anseios, desejos, sonhos, amores, gostos, desgostos, temores... e a beleza da conversa também está ai: Permiti-nos conhecer um ao outro. Justamente esse lado que é escondido por tanto tempo pelos casais.

E pra se ter essa beleza, percebe-se que deve estar implícito a sinceridade.

A conversa nos permite formar, antes de tudo, bons, grandes, sinceros, amados e melhores amigos. Permite-nos tirar os tijolos que se formam entre os casais quando algo os machucam e magoam, evitando assim a formação de um muro que os separa.

Nesses últimos dias tive a oportunidade de ter lindas, longas e gostosas conversas. Algumas que duravam até quase 2h30min eheheheh. E ao terminá-la, batia uma sensação boa, como quem dizia: "Que conversa gostosa. Hoje, crescemos mais em intimidade."

Saibamos, meus amados amadores - amadores vem de: quem ama alguém kkk -, apreciar a beleza da conversa. E como quem vai pra um salão de beleza, melhorar o que já é belo (ou salvar o que é horrendo ehehehhehe...mas isso não vem ao caso), melhoremos e invistamos em conversas com as pessoas e ,principalmente, com aquele que queremos passar o resta da vida, como um só carne.

Christopher Vicente 27-06-11

Nenhum comentário:

Postar um comentário