quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Vendo apesar de ainda cego


Não quero só ver com os olhos da cara
Quero ir além, ver as coisas mais raras
Ver com os Teus olhos.
Se sou pobre, cego e nu...
Peço que eu possa ver como Tu...
Que meus óculos sejam Tuas Escrituras
Abre os meus olhos para entender as maravilhas de Tua Lei.

Christopher Vicente 12-01-12
Feita na Ressonância IPL 2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário