segunda-feira, 5 de março de 2012

Plano de Fundo

Perdoa.
Pois às vezes quero ser gente grande
e esqueço que para Ti gigante
É ser criança

Perdoa
Pois às vezes esqueço
Que o eterno é eterno
E inverto... faço do terno
Meu plano de fundo
Faço do efêmero
Um trunfo.

Perdoa, Deus.
Senhor meu.

Christopher Vicente

Nenhum comentário:

Postar um comentário