terça-feira, 22 de maio de 2012

Se todos os dias...

Se todos os dias
Me assediar o meu pecado,
e a natureza morta,
grita, agita-se...
Se todos os dias
minha carne levantar armas
para batalhar com meu espírito
Se todos os dias,
o Leão me arrodear
Buscando formas de me devorar
Se todos os dias,
minha perversa mente
me levar a pecar,
Se todos os dias,
o orgulho desse coração
vier a me humilhar...
Se todos os dias
esse Eu vier a tropeçar

Todos os dias, então,
meus joelhos vou dobrar
Confiadamente do trono da Graça
vou me aproximar
Vou clamar e gritar por socorro
Vou clamar e gritar
ao Único que é capaz de
nAquele Dia, levar-me diante dEle
sem mácula e sem pecado..
Vou clamar àqueles que
Em tudo foi tentado
e tendo suportado
as mais profundas tentações.
Não pecou...

Todos os dias,
Senhor...
Chorarei, clamando
pelo o Dia da Glória...
O dia da Vitória final...
Quando esse pecado cabal
Não mais destruir a alegria desse coração
Não mais atormentar a vida que existe em mim

Quando a Tua Glória
Resplandecerá e
a única coisa que me restará
Será te adorar e nunca mais sofrer e chorar.

Christopher Vicente
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário